ondamarela

Esta Máquina Cerca o Ódio e Força-o a Render-se

“Esta Máquina Cerca o Ódio e Força-o a Render-se” é um Ciclo Programático Itinerante que propõe abordar as questões do ódio, do preconceito, da diferença e da liberdade através de novas criações artísticas.
A inspiração para este projecto foi o cantor e ativista norte americano Pete Seeger. Quando em 1969 inscreveu no seu banjo “This Machine Surrounds Hate and Forces It to Surrender”, aludia à imensa capacidade da arte de desmontar e subverter ideias e sistemas. Reafirmava também a sua intenção cívica e política de lutar contra o ódio, pela democracia e pela justiça. Conseguia fazê-lo de uma forma simultaneamente pungente e subtil, simples e com inúmeras camadas de complexidade.
Hoje, o debate em relação à diferença, à inclusão, à História, aos símbolos e à cultura baseia-se em vários preconceitos. Se não soubermos questioná-los, dificilmente poderemos
construir um sistema democrático melhor.
A qualidade da nossa democracia depende da nossa criatividade individual e imaginação colectiva. Vamos procurar envolver diversas comunidades e vamos promover oficinas,
debates, residências e performances que abordem a discriminação, os símbolos e a cidadania. Vamos desmontar as lógicas da polarização dramática e frenética que hoje vivemos.

Um projecto da ondamarela, co-produzido pelo CAE-Sever do Vouga e pelo CAO – Ovar e co-financiado pela Direção Geral das Artes.

A Máquina chegou a Ovar!

Esta Máquina Cerca o Ódio e Força-o a Render-se chegou a Ovar.

Venham assistir à performance, à apresentação PAR e ao debate final. Ainda há oficinas, para escolas (já preenchida) e para famílias (poucas vagas).
Duas instituições estão a trabalhar na performance dirigida pela Ana Bento e Sara Yasmine, a Cerciesta e Agitana-te. Aos ensaios juntaram-se também músicos e pessoas cheias de vontade e o que se vai passar no CAO será único.
Dia 26, 21h30, apresentação da performance.
Dia 27 vamos receber Marco Paiva, Catarina Neves e Maria Vlachou, para a performance PAR e debate.

Apareçam!

 

A Máquina passou em Sever do Vouga

ler mais
Esta Máquina Cerca o Ódio e Força-o a Render-se
passou por Sever do Vouga. Deixou imagens, sons, palavras, reflexões memórias, deixou pensamento.
À extraordinária equipa do CAE Sever do Vouga, aos artistas convidados e a todos os que participaram, o nosso muito obrigado. A Máquina deixa Amor por onde passa, e agora segue para Ovar!
Fotos de João Roldão

Esta Máquina Chegou a Sever do Vouga

Muito felizes por estarmos finalmente a levar a cabo este projecto, chegamos este mês a Sever do Vouga. A Máquina vai ter oficinas em escolas, uma oficina para famílias, uma residência artística e um espectáculo de comunidade. Podem seguir tudo aqui ou através das redes sociais do CAE-SV e da ondamarela.

25 de Fevereiro

Esta Oficina Cerca o Ódio e Força-o a Render-se

Escolas (EPA)

 

26 de Fevereiro

10h30

Esta Oficina Cerca o Ódio e Força-o a Render-se

Famílias

M/6

Nº máximo de participantes: 15 participantes

 

Esta Performance Cerca o Ódio e Força-o a Render-se 

Espectáculo de Comunidade

21h30

 

 

27 de Fevereiro

16h00

Este Par Cerca o Ódio e Força-o a Render-se 

Residência Artística c/ Maria Inês Santos e Carlos Lobo

 

17h00

Esta Conversa Cerca o Ódio e Força-o a Render-se 

Debate com moderação de Maria Vlachou